Capítulo Brasil

Extenso dossiê contra a PEC 241

A PEC 241 e o desmonte do Brasil marxismo21 tem dado ênfase à publicação de dossiês teóricos temáticos e relativos à produção de marxistas brasileiros/as. Nem por isso se furtou ao tratamento de temas da conjuntura brasileira, como provam as publicações dos dossiês sobre: As manifestações de junho de 2013; 10 anos de governo do PT; Esquerdas e eleições de 2014; A conjuntura pós-eleitoral; Ajuste fiscal; e Crise política no Brasil: 2016. Na conjuntura atual, o coletivo marxismo21 também denunciou o golpe de Estado perpetrado pelas forças políticas alinhadas ao governo Temer e, mais recentemente, publicou um extenso dossiê com textos críticos ao Projeto Escola Sem Partido, que visa “garantir a hegemonia do ideário conservador construído e amplamente difundido pelos aparelhos ideológicos do capitalismo brasileiro”. (mais…)
Leer más/Ler mais
América Latina

​Um desfecho melancólico: notas sobre o momento histórico e os desafios da esquerda

Por Plínio de Arruda Sampaio Jr. I. A derrocada do governo de conciliação de classe e a ascensão da República dos Delinqüentes Encerrando um período de relativa estabilidade social, econômica e política, iniciado em 2003 com a chegada de Lula à presidência da República e consolidado em 2005 com a recuperação do crescimento, a sociedade brasileira assistiu, a partir de 2013, ao crescente aumento da efervescência social; à inflexão do ciclo de expansão dos negócios que havia propiciado um modesto dinamismo econômico, após décadas de marasmo; e à acelerada decomposição do pacto político que havia viabilizado a transição negociada do regime militar para o Estado de direito. Desde então, o fim da letargia social, o espectro de uma estagnação de longa duração e a exacerbação da instabilidade política acirraram a luta de classes. O temor de que a crescente onda de inquietação social pudesse fugir do controle e abrir brechas para a emergência das classes subalternas no cenário histórico(como ocorreu na surpreendente rebelião urbana de 2013)alarmou as classes dominantes em relação ao risco de uma insubordinação dos pobres. As concessões feitas às classes subalternas teriam ultrapassado o limite do razoável, colocando na ordem do dia a urgência de conter o…
Leer más/Ler mais
campanhas

A SEPLA adere à denuncia de tentativa de golpe institucional no MERCOSUL

MOVIMIENTOS Y ORGANIZACIONES CONTINENTALES DENUNCIAMOS INTENTO DE GOLPE INSTITUCIONAL EN EL MERCOSUR 5 DE AGOSTO DE 2016   COMUNICADO A LA OPINIÓN PÚBLICA POR EL LEGÍTIMO DERECHO DE VENEZUELA A EJERCER LA PRESIDENCIA PRO TÉMPORE. Alertas ante el avance de políticas que atentan contra nuestros pueblos, nuestra soberanía, nuestra autodeterminación y la integración regional; los distintos movimientos, organizaciones y espacios que desde nuestras diversas resistencias nos articulamos en la "Jornada Continental por la Democracia y contra el neoliberalismo" en pos de construir "Otro Mundo Posible", denunciamos un golpe institucional en el MERCOSUR para imposibilitar la asunción de Venezuela a la Presidencia Pro-Témpore (PPT) de este organismo regional, y llamamos a los gobiernos involucrados a desistir de este nuevo atropello a los pueblos de la región. Este jueves, 4 de agosto, se reúnen en Montevideo altos funcionarios de los gobiernos de Paraguay, Brasil y Argentina -con la presencia de Uruguay como país anfitrión- para impedir que la República Bolivariana de Venezuela asuma legítimamente la PPT del MERCOSUR con argumentos que irrespetan totalmente las normas vigentes del Bloque, apelando hipócritamente, y sin sustento, al respeto a los Derechos Humanos. El 29 de julio último, a través del Comunicado de Prensa 82/16, el…
Leer más/Ler mais