A Sociedade Latino-Americana de Economia Política e Pensamento Crítico acredita que a ofensiva neoliberal do governo de Macri na Argentina contra a universidade pública neste centenário da Reforma Universitária de Córdoba é inaceitável e enfrenta, há meses, uma luta constante dos universitários com quem simpatizamos

A resolução do Conselho Superior da Universidade de Buenos Aires de não renovar a nomeação do Dr. Jorge Marchini como titular na área de economia, que detém desde 1985, viola todos os direitos dos universitários, trabalhistas e acadêmicos.

Dr. Marchini tem uma carreira acadêmica ampla e sólida, com reconhecimento internacional e, particularmente, latino-americana. Ele dirigiu e participou de inúmeros projetos coletivos. Ressaltamos que foi fundador da SEPLA e é membro dos Economistas da Esquerda Argentina.

Rejeitamos a violação dos direitos trabalhistas e universitários do Dr. Marchini e exigimos sua reintegração pelas autoridades correspondentes.

 

Julio Gambina

Pr.esidente Alterno

Antonio Elías

Vicepresidente

Josefina Morales

Secretaria

Nuestra América, 26 de dezembro de 2018

2018-12-26-Nota-SEPLA-por-Jorge-Marchini

https://i1.wp.com/sepla21.org/wp-content/uploads/2018/12/21-03-14-masqmenos-marchini.jpg?fit=530%2C368&ssl=1https://i1.wp.com/sepla21.org/wp-content/uploads/2018/12/21-03-14-masqmenos-marchini.jpg?fit=150%2C104&ssl=1SEPLAAmérica LatinadeclaraçõesA Sociedade Latino-Americana de Economia Política e Pensamento Crítico acredita que a ofensiva neoliberal do governo de Macri na Argentina contra a universidade pública neste centenário da Reforma Universitária de Córdoba é inaceitável e enfrenta, há meses, uma luta constante dos universitários com quem simpatizamos A resolução do Conselho Superior...Sociedade de Economia Política Latinoamericana